• Contribua para criamos nossa Hortinha via mutirão

  • SOBRE ESSA CAPTAÇÃO:

    Somos um grupo de pais, famílias, vizinhos e frequentadores da Praça Gastão Vidigal, localizada no Jardim Paulistano, que gostaria de viabilizar uma horta educativa para crianças de todas as idades que visitam e brincam na praça. A ideia surgiu já a algum tempo de uma vizinha que formou um movimento comunitário bem bacana ali no entorno, voltado ao consumo consciente de orgânicos.

    Alguns dos parceiros no projeto são:

    • A associação Ame Jardins, que já cuida da Praça Gastão Vidigal e vai ajudar na parte de comunicação e oficialização do projeto junto à Prefeitura de São Paulo
    • Mariana de Toledo Marchesi, que fez a proposta visual e conceitual do projeto da horta educativa e colaborativa, considerando sua experiência prévia em hortas comunitárias em São Paulo, como a do CCSP e a do Largo da Batata

    O espaço

    O projeto foi reunindo mais adeptos e ganhando forma. A partir daí fomos desenhando um projeto para implantar a horta educativa para crianças na praça, onde pais, filhos, vizinhos e amigos possam vivenciar juntos o cuidado com a terra, com os alimentos e com o espaço público. Será um prazer ter você participando conosco!

    A horta que queremos

    Depois de um primeiro mapeamento no local, como a praça é muito arborizada (viva!), verificamos que a ilha central é um dos pontos com maior insolação. Além disso, é um espaço com pouca utilização, portanto seria apropriado para implantarmos a horta educativa, convivendo com os outros usos que a praça oferece. O projeto consiste na instalação de 8 canteiros elevados triangulares (formato de rosa dos ventos), dispostos de acordo com os pontos cardeais. A ideia é ensinar às crianças um senso geográfico do espaço, relacionado com a trajetória do sol e as estações do ano.

    Metodologia de trabalho

    As etapas até a efetiva implantação, envolvem mutirões semanais, sempre com uma proposta educativa e, ao mesmo tempo, de trabalho coletivo. Assim, todos serão participantes ativos do processo. Os mutirões serão coordenados por uma dupla de oficineiros, e contarão com a participação dos adultos e crianças.

    Cronograma

    A horta será implantada pelos moradores do entorno e suas famílias, com a orientação e supervisão da equipe técnica do projeto, dentro de um mês por meio de quatro mutirões consecutivos, segundo o cronograma abaixo:

    Quem consumirá o que for produzido?

    Os alimentos cultivados na horta serão colhidos e consumidos pelo grupo de voluntários da horta, formado por vizinhos da praça e demais interessados nas atividades. Os produtos não serão comercializados. Trata-se de uma horta comunitária voltada para o autoconsumo, conforme descrito na PROAURP (Programa de Agricultura Urbana e Periurbana)

    Como sua contribuição gera impacto?

    Compra de materiais

    Compra de materiais básicos para implantação da horta como: pás, tinta, plaquinhas, plantas, terra, etc.

    Produção dos canteiros

    Canteiros de bambu para o plantio com formato triangular que permitirá alcançar cada ponto facilitando o manejo das plantas.

    Oficineiros

    Os mutirões serão coordenados por uma dupla de oficineiros, e contarão com a participação dos adultos e crianças.

    Outras atividades

    Construção de minhocário e da mesa de piquenique, oficina de biofiltro que devem ser orçados à parte conforme a demanda.

    Quanto precisamos arrecadar:

    META:

    FAÇA SUA CONTRIBUÇÃO:

    ENCERRADA

    FINANCIADA

    Essa campanha já foi encerrada. Conheça outras formas de contribuição aqui